terça-feira, 31 de março de 2015

Guantanamera - Mariana Avena

Sarandi pior renda per capita

Sarandi Pr tem o pior Valor por Habitante de Recursos Federais

mulher ciumenta quebra loja por causa de um beijo no rosto

Um ciúme descontrolado de uma mulher causou danos, prejuízos, ameaças de morte e agressões na manhã desta terça-feira (31) em Maringá. Foi em uma loja de noivas bastante conceituada que fica na Avenida Paraná com a Rua Santos Dummont onde uma mulher que é noiva ou casada entrou para bater na funcionária da loja. O motivo foi que a funcionária da loja de noivas, Thyara Eloina, foi cumprimentar o ex-funcionário da loja no qual trabalharam juntos. Tudo teria começado na Rua Basílio Saltchuck com a Santos Dummont. A mulher do rapaz viu a cena do marido sendo beijado por outra mulher, não gostou e partiu pra cima. Seria apenas um oi, mas uma testemunha relatou que a funcionária Thyara abordou o rapaz, segurou-o pelo braço e deu um beijo no rosto. A noiva ou esposa identificada pelo nome de Marcela ficou enfurecida e foi atrás de Thyara para tirar satisfações. O rolo foi parar na loja de noivas quando a ciumenta da Marcela pegou uma pedra, quebrou duas mesas de vidro e ainda avançou pra cima de Thyara. Sobrou até para a gerente da loja que levou uns tapas. Os proprietários chamaram a polícia, mas a transtornada da mulher fugiu do local. O marido que seria o pivô da confusão ficou olhando de camarote o quebra pau entre as mulheres. Em uma outra situação, essa mesma mulher identificada pelo nome de Marcela já teria invadido a loja e quebrado alguns objetos e feito escândalo por causa da demissão do seu marido. A vítima que teria dado um oi ou um beijo no rosto do rapaz está com medo porque recebeu ameaça de morte. A vítima em entrevista negou que deu beijo no rosto. "Foi apenas um bom dia".Sire André Almenara

até onde chega a onda de violência

Exibindo scaner.jpg

um absurdo

http://g1.globo.com/pr/parana/paranatv-2edicao/videos/t/maringa/v/seis-criancas-foram-encontradas-sozinhas-e-trancadas-num-barraco-em-sarandi/4074205/

31 de março : outrora, uma data significativa

Hoje 31 de março . há 51 anos atras foi implantada no Brasil o regime militar que durou por muitos anos.Naquela época 31 de março era comemorado nos quarteis e nas escolas como um dia sagrado. Hoje graças a Deus não é mais. A democracia foi restabelecida mais ainda é preciso mais. O eleitor saber votar com dignidade e sabedoria, acabar com a corrupção  com os políticos que se elegem para cuidar dos seus próprios interesses. É preciso conscientizar os inocentes e punir com severidade o cartel do tráfico, seja ele de drogas, humano ou armas.Temos tudo para ser um pais de primeiro mundo .só depende de nós brasileiros e brasileiras


31 de março. Data festiva para o jornalista Verdelírio Barbosa


Terça-feira especial para o jornalista Verdelírio Barbosa, que além de comemorar idade nova, marca festivamente  os 24 anos do jornal que dirige, o Jornal do Povo.  “Verde” sempre fez questão em comemorar o duplo acontecimento exatamente no dia de seu aniversário e a implantação do seu jornal, “independente do dia da semana que a data cair”.. 

Como em anos anteriores, o aniversariante, sempre no último dia de março (31)  reúne as lideranças políticas, empresariais, setores da imprensa, colaboradores e amigos em geral, para a dupla comemoração. Mais uma vez, os editores dos núcleos de jornalismo da Editora On Line foram distinguidas com o convite para o almoço de confraternização. fonte Joel Cardoso

Parabéns amigo Verdelirio Barbosa , ícone da imprensa regional-Um abraço Hilário Gomes

segunda-feira, 30 de março de 2015

Dom Anuar perdoa presos que violaram sacrário

tn_5768e14d43_dsc-7441
O arcebispo Dom Anuar Battisti, de Maringá, esteve hoje a tarde  na delegacia de Jandaia do Sul conversando com os três homens presos suspeitos de terem roubado um sacrário com hóstias consagradas da igreja matriz Senhor Bom Jesus, de Marumbi, no Vale do Ivaí.
O furto ocorreu na madrugada de domingo. O sacrário e as hóstias consagradas foram localizados dentro de uma fossa em uma residência de Marumbi. Marcos Antonio Dias, de 33 anos, Paulo Rosa da Silva, 35, e Pedro Henrique Azevedo, 22, confessaram participação no crime. Na conversa com os presos, Dom Anuar deu o perdão aos suspeitos, que se disseram arrependidos. Foto de Delair Garcia.Oseias Miranda

borracheiro morre em acidente. motorista fugiu e deve se apresnetar

O senhor Jorge Figueira de 72 anos que morava no Parque São Jorge em Paiçandu morreu na tarde deste domingo (29) no Hospital Santa Rita. A vítima estava de bicicleta na madrugada de sexta-feira (27) na rodovia PR-323 entre Paiçandu e Água Boa quando foi colhido por um automóvel Fiat Strada de cor branca com placa de Doutor Camargo. O motorista Everton Luiz Teixeira Bortolucci de 26 anos atropelou o idoso. Testemunhas relataram aos policiais que o condutor ainda desceu do carro, foi ver como o ciclista estava e depois que uma terceira pessoa ligou para o socorro se retirou do local pois estava com a carteira de habilitação cassada. Após a chegada dos bombeiros de Maringá, foi constatado que o quadro clínico da vítima era muito grave e precisava ser levado com urgência para o hospital. Na tarde deste domingo (29), a família da vítima recebeu a notícia do falecimento. Filhas do borracheiro estão revoltadas e querem justiça. Um vídeo feito por uma pessoa no local do acidente mostra o motorista segurando a cabeça da vítima. O problema que o condutor se evadiu do local devido a irregularidade de sua CNH que está cassada até maio de 2016. Advogados tentaram apresentar na tarde desta segunda-feira (30) o motorista Everton Luiz que mora em Doutor Camargo, mas o delegado José Nunes Furtado não estava presente na delegacia de polícia e ficou marcado para a próxima quinta-feira (2) a sua apresentação. O senhor Jorge Figueira tinha uma borracharia às margens da rodovia PR-323. Uma das filhas que é advogada procurou a reportagem para relatar que seu pai acordava todos os dias 4 da manhã para abrir sua borracharia. Vamos acompanhar esse caso de perto.   extraido do Maringá News

Conrado Ferri é pré candidato

Conrado Ferri do complexo hospitalar  Rede Metropolitana, considerado um dos melhores hospitais da região me garantiu  que é pre candidato a prefeito de Sarandi em 2016. Conrado mantem um bom transito  com o governo federal em Brasilia e também no governo do Estado em Curitiba. .Seria sangue novo e uma nova opção na politica.

Posição firme

O Presidente da ACIS-Associação Comercial e Empresarial de Sarandi, José Ricardo Pereira que vem surpreendendo pelas suas conquistas a entidade afirmou hoje na reunião que há necessidade da formação do CODES nos moldes do CODEM  de Maringá, mas que não admitirá que a entidade seja criada a revelia da participação  da ACIS. Algumas pessoas ligadas a  uma entidade rotária quer fundar o Codês sob o auspicio de um futuro governador do Rotary. Gostei da posição do presidente José Ricardo.Acho que Sarandi está madura o suficiente para criar este Conselho de Desenvolvimento

Se for isso a casa vai cair

O fotógrafo Marcelo Caramori afirmou em depoimento ao Ministério Público que o empresário Luiz Abi Antoun seria o grande “caixa financeiro” do governador Beto Richa (PSDB), sendo responsável por arrecadar dinheiro para campanhas eleitorais. De acordo com Caramori, preso em janeiro sob acusação de envolvimento em um esquema de exploração sexual de adolescentes, Abi Antoun teria organizado um esquema criminoso que envolveria a colocação de pessoas em “pontos estratégicos” da estrutura do governo do estado. O PSDB negou todas as acusações (leia abaixo).
Em depoimento prestado no dia 5 de fevereiro, Caramori afirma que Abi se incumbe de “bancar campanhas políticas e arrecadar dinheiro proveniente dos vários órgãos do estado”. Nas investigações do Gaeco, assim como nos bastidores da política estadual, Luiz Abi, que é parente distante de Richa, é tido como alguém influente no governo, embora não ocupe cargo na administração pública. Conforme Caramori, Abi teria poder para indicar ocupantes de cargos comissionados “em pontos estratégicos do estado”, como “chefes de fiscalização e das polícias”. Caramori afirma ainda que Abi “exerce fundamental tarefa nesse esquema de arrecadação”.
Abi é um dos sete indiciados pelo Gaeco na Operação Voldemort, que investiga a denúncia de que o empresário liderou o grupo suspeito de fraudar a licitação que resultou na contratação emergencial da Providence Auto Center, oficina que consertava os carros do governo na região. O Gaeco sustenta que Abi seria o verdadeiro proprietário da Providence e que usaria como “laranja” Ismar Ieger, que aparece como dono oficial da empresa.
No mesmo depoimento Caramori estabelece a relação entre Abi e o ex-inspetor geral de fiscalização da Receita Estadual, Márcio de Albuquerque Lima, que teve a prisão decretada em outra operação do Gaeco, a Publicanos. A operação investiga um esquema de sonegação que funcionaria na Delegacia da Receita na cidade. Os fiscais e auditores investigados são acusados de cobrar propina de empresários que tinham dívidas com a Receita. Em troca, eles quitariam as dívidas sem que o estado recebesse o dinheiro.
Segundo Caramori, “Lima exerce importante tarefa” no esquema de arrecadação que teria sido montado por Abi. O ex-assessor afirma que a importância de Lima no esquema teria justificado sua nomeação para o cargo de Inspetor Geral de Fiscalização da Receita, em junho do ano passado. A responsabilidade pela nomeação seria do próprio governador.
Lima, que é companheiro de equipe de Beto Richa nas provas automobilísticas das 500 milhas de Londrina, ficou no cargo de Inspetor Geral de Fiscalização até 2 de março, três dias antes do Gaeco cumprir um mandado de busca e apreensão no seu escritório, em Curitiba. fonte Gazeta do Povo