quarta-feira, 23 de julho de 2014

Projeto Eu Cuido abre inscrições para Dança do Ventre


  O Projeto Eu Cuido da Secretaria Municipal da Juventude Cultura, Esportes e Lazer de Sarandi atende hoje em torno de 800 crianças de 5 a 16 anos, que participam de oficinas pedagógicas que funcionam no contra turno escolar.
As modalidades oferecidas são  na modalidade de futsal, basquetebol, voleibol, futebol, handebol, judô, atletismo e natação.
A coordenadora das oficina Maria Cristina, anunciou um novo curso, Dança do Ventre, que será ministrado pela professora Rosimeire no Pólo Cultural no Jardim Independência na segunda-feira e na quarta-feira de manhã, para alunos de todas as idades, o curso é gratuito.
  As inscrições podem ser feitas na Casa da Cultura na Praça Ipiranga no centro de Sarandi, falar com Eliana ou Maria Cristina.



Assessoria de Comunicação de Sarandi


Eleições 2014


Com quem vão os nobres vereadores de Sarandi

Muito se fala que Sarandi precisa ter um deputado federal e um estadual de Sarandi. Só que poucos se propuseram a colocar seus nomes a disposição dos eleitores. Os vereadores, por exemplo, com quem vão? Vão apoiar candidatos de Sarandi, de longe de perto e por que apoiarão aqueles que não são da cidade? Nós com coragem acima de tudo, colocamos o nosso nome.Agora, é preciso que uma parte dos eleitores sejam solidários e se esforcem para eleger um deputado da cidade.

Estufa de maconha em Sarandi

A Policia Militar aprende estufa de maconha em Sarandi. As plantas- uma de pequeno e outra de grande porte - estavam no quintal de uma casa na rua Marechal Deodoro , jardim Independência em Sarandi. A proliferação do consumo de drogas tem aumentado  em muito em Sarandi, mesmo com um bom trabalho da Policia Militar, Guarda Municipal e Policia Civil . é preciso mais  campanhas de politicas públicas e  mais entretenimento, esportivo, cultural e outros para dar oportunidade de crianças e adolescentes se ocuparem com coisas uteis durante o dia

pesquisa do Ibope mostra Dilma na frente

O Ibope realizou pesquisa  paga pelo jornal Estado de São Paulo/Rede Globo e  mostra que  Dilma Rousseff(PT) está na frente com 38% Aécio Neves (PSDB) 22% e  Eduardo Campos(PSB) 8% Pastor Everaldo (PSC) 3%  Luciana Genro(PSOL) José Maria(PSTU) Eduardo Jorge(PV) tem 1 cada e os demais nanicos  somam todos 1%..Se persistir esse resultado Dilma Rousseff pode levar no primeiro turno, porque a soma de todos não chega ao seu percentual.. A maioria dos eleitores acreditam que Dilma vence em 5 de outubro. O Ibope  consultou 2002 pessoas  em todas as regiões do Brasil de 18/21 de julho

terça-feira, 22 de julho de 2014

novamente

Hoje (22) o Conselho Tutelar  e a Guarda Municipal de Sarandi , depois de receberem uma denuncia anônima foram até a rua Dourados, jardim Gralha Azul e encontram três crianças vivendo no meio de sujeira, com comida estragadas  e outras desventuras. Os pais viciados em álcool e drogas  foram  autuados e crianças encaminhadas a casa dos avós paternos. É de doido.

Os paraquedistas estão chegando

Eles estão chegando na sua cidade, costumam vir de 4 em 4 anos. Vem pedir teu voto e prometer um bocado de coisas. Depois das eleições eles somam, você pouco os vê e retornam depois de 4 anos com o mesmo sorriso maroto, como se quisessem dizer. Gosto de enganar trouxa

noivo é agredido em assalto depois do seu casamento

Um noivo foi parar no hospital ao ser agredido após assalto na festa de seu casamento. O caso foi registrado na madrugada deste domingo (20), em Palmital, na região de Guarapuava.

A situação teve início quando seu sogro foi abordado por dois elementos nos arredores da festa. A dupla rendeu e agrediu o homem a coronhadas para roubar dinheiro e um relógio.

Conforme o portal G1 PR, o noivo e seu pai seguiram até a vila onde os suspeitos se esconderam. Os dois acabaram sendo agredidos pelos moradores do local que protegiam os criminosos.

O socorro precisou ser chamado para atender as três vítimas. Todos foram encaminhados ao hospital. A dupla de assaltantes não foi localizada. Portal O Bonde

pois é . se todo eleitor(a) pensar assim, vai só ter gente nova

renúncia

ELEIÇÕES 2014

TRE homologa renúncia de candidatura

renúncia
O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná iniciou a partir da sessão de hoje o julgamento dos 1.186 pedidos de registro de candidatos  que concorrerão nas eleições deste ano no estado, sendo 8 candidatos ao cargo de governador, 8 ao de senador, 332 deputados federais e 837 deputados estaduais, bem como as 26 impugnações interpostas em paralelo a estes registros. Entre as primeiras decisões está a homologação do requerimento de renúncia do empresário curitibano Flávio de Jesus Ceruti (PT, foto), que havia se inscrito candidato a deputado estadual pela coligação Paraná que segue em frente.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Vai para o segundo turno

A disputa para o governo do Estado vai para o segundo turno como certeza, mesmo com beto Richa ostentando uma diferença  na pesquisa da Vox Data, publicada a seguir  e extraída da Pauta Paraná,Assessoria ligada a campanha do governador. Na nossa modesta opinião , Roberto Requião, entrou  a pouco tempo como candidato a governador, enquanto  que Beto Richa no cargo majoritário do Paraná, já vinha ostentando este percentual e aparecendo na mídia violentamente . Gleisi Hoffamann ,por sua vez,  também esteve em baixa em virtude de várias situações ocorridas alheias a sua vontade dentro do PT.Agora, acalmada as turbulências, ela deve crescer  na sua caminhada. Somando os três candidatos a governador,Requião,Gleisi e Piloto, já vemos que ultrapassou o percentual do atual governador, quer queira, quer não, aparece mais que os outros adversários.No horário eleitoral, quem apresentar melhores propostas pode levar a simpatia do eleitor


Pauta Paraná, publica este resultado

Beto Richa é favorito para
vencer no 1º turno e lidera
com 42,5%, diz VoxData


Primeira pesquisa realizada para governo do Estado, divulgada nesta manhã segunda-feira (21) pela Rádio CBN, mostra que o governador Beto Richa (PSDB) como favorito e com condições de vencer as eleições ainda no primeiro turno. Beto Richa tem 42,5%, seguido de Roberto Requião (PMDB), com 25,2%, Gleisi Hoffmann (PT), com 16,5% e Bernado Piloto (Psol), com 2%.

Ao Senado, os números são esses: Alvaro Dias (PSDB), com 54,7%; Marcelo Almeida (PMDB), 7,2%; Luiz Piva (Psol), com 2%; e Ricardo Gomyde (PCdoB), com 1,7%; e Mauri Viana (PRP ), com 1,1%. Para presidente, Aécio (PSDB) com 36%; Dilma Rousseff (PT), com 31%; Eduardo Campos (PSB), com 12,1%; Pastor Everaldo (PSC), com 4,1% e outros menos de 1%, indecisos somam 14,9%.

O Voxdata entrevistou 500 eleitores entre os dias 15 e 19 de julho em Cascavel. O intervalo de confiança é de 95% e margem de erro é de 4,38%. As pesquisas foram registradas no TSE sob o número 00216/2014 (para presidente e senador) e no TRE sob o número 0003/2014 (para governador). A CBN contratou quatro pesquisas até o dia 5 de outubro.- Pauta Paraná

Como a família de Aécio ficou dona de terras públicas em Minas

Pai do senador registrou em seu nome uma área de 950 hectares pertencente aos mineiros localizada numa das regiões mais pobres do estado. Aécio governador entrou em conflito com Aécio herdeiro

por Helena Sthephanowitz publicado 20/07/2014 11:52
Pai do senador registrou em seu nome uma área de 950 hectares pertencente aos mineiros localizada numa das regiões mais pobres do estado. Aécio governador entrou em conflito com Aécio herdeiro
© george gianni / psdb.org.br
Aecio-NevesPSDB.jpg
Aécio Neves, senador por Minas Gerais e candidato tucano à Presidência da República: multiplicação de patrimônio
Montezuma é um município mineiro no norte de Minas Gerais com um dos mais baixos Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do estado. Deputados, governadores e senadores mineiros poderiam desenvolver boas políticas públicas para elevar o desenvolvimento local, tais como incentivar as pequenas propriedades rurais familiares. No entanto o município é palco de uma triste história do patrimonialismo de oligarquias políticas do Brasil.
Terras rurais em Montezuma que foram registradas pelo estado de Minas como devolutas acabaram indo parar no patrimônio pessoal do senador Aécio Neves (PSDB) após uma disputa judicial por usucapião da empresa agropecuária de seu pai.
O fim desta história aparece com o patrimônio do senador engordando na declaração de bens feita nas eleições de 2014 em relação à de 2010. O segundo maior item de sua variação patrimonial foi no valor de R$ 666.660,00 referente a cotas da empresa Perfil Agropecuária e Florestal Ltda., herdadas de seu pai falecido.
Até aí estaria tudo bem. O problema é quando voltamos ao dia 2 maio de 2000, quando se iniciou uma disputa para apropriar-se de terras públicas, típica do coronelismo patrimonialista praticado nos rincões do Brasil arcaico.
A Perfil Agropecuária e Florestal Ltda. pertencia a Aécio Ferreira da Cunha, pai do senador tucano. A empresa entrou com processo de usucapião para registrar a propriedade de vastos 950 hectares de terras em Montezuma, em 2/5/2000. Já soa injusto a lei permitir que uma empresa de um ex-deputado, que morava desde a década de 1960 no Rio de Janeiro, ser tratada como se fosse de camponeses posseiros que adquirem o direito ao usucapião por trabalharem e viverem na terra. O juizado da comarca de Rio Pardo de Minas julgou a favor da empresa em 2001.
Na hora de a empresa registrar a fazenda no Cartório de Registro de Imóveis competente, a área já estava registrada em nome do Estado de Minas Gerais, como terras devolutas, em cumprimento a outra ordem judicial anterior da Apelação Cível nº 86.106/4.
A partir daí houve longa disputa judicial, com o estado de Minas recorrendo para ter as terras de volta. Desembargadores mineiros votaram a favor da família de Aécio. Recursos chegaram até ao Supremo Tribunal Federal (STF), o último arquivado em 2013, que também foi favorável ao lado do tucano.
É preciso lembrar que em 2000 o atual senador Aécio Neves era deputado federal pela quarta vez e deveria representar mais os interesses públicos dos cidadãos de Minas do que seu próprio interesse privado. De 2003 a 2010 foi governador de Minas. Presenciamos a inusitada situação política de, na prática, o interesse do Aécio herdeiro brigar na justiça com o de Aécio governador. O interesse patrimonial privado do herdeiro falou mais alto do que o interesse público da população que o cargo de governador deveria representar.
Uma gleba de 950 hectares de terras devolutas poderia ser a redenção de famílias camponesas pobres de Montezuma, através da geração de renda pela produção da agricultura familiar, em vez de apenas somar um pouco mais ao já elevado patrimônio da oligarquia política dos Neves da Cunha.
Este caso explica muito das raízes da desigualdade passada de geração para geração e da concentração das riquezas no Brasil nas mãos de poucos. Muitas destas riquezas vindas de um processo de apropriação de patrimônio público por mãos privadas, justamente pelas mãos de quem deveria defender o interesse e o patrimônio público.

Operação Grilo

O caso é outro e não aparece a família de Aécio Neves no meio das acusações, mas sim órgãos do governo tucano de Minas e velhas práticas de outras oligarquias políticas. Em 2011 a Operação Grilo prendeu nove pessoas acusadas de comporem uma organização criminosa para fazer grilagem de terras públicas justamente nesta região norte de Minas Gerais. Toda a cúpula do Instituto de Terras do Estado de Minas Gerais (Iter-MG) foi afastada.
Segundo as investigações, o esquema contava com servidores públicos do Iter/MG, funcionários de cartórios e servidores de prefeituras mineiras, para fraudar a posse de terras devolutas.
O promotor Daniel Castro, de Rio Pardo de Minas, disse na época: "São terras que pertencem ao estado de Minas Gerais e foram parar nas mãos de particulares."
As reproduções abaixo mostram a documentação que legitimou a posse de terras da União para a família Neves
perfil_agro_aecio_usuapiao.jpg